ERROexception 'PDOException' with message 'SQLSTATE[28000] [1045] Access denied for user 'empresariosdes'@'191.252.51.204' (using password: YES)' in /home/storage/2/a6/9d/empresariosdesucess7/public_html/_lib/conn.php:3 Stack trace: #0 /home/storage/2/a6/9d/empresariosdesucess7/public_html/_lib/conn.php(3): PDO->__construct('mysql:host=186....', 'empresariosdes', 'Empresariosde@1...') #1 /home/storage/2/a6/9d/empresariosdesucess7/public_html/header.php(1): require_once('/home/storage/2...') #2 /home/storage/2/a6/9d/empresariosdesucess7/public_html/noticias/noticia_200.php(88): require('/home/storage/2...') #3 {main}
 
SÍNDROME PROCUSTO
O QUE FAZER QUANDO O TAPETE É PUXADO?

  

Redação: Erika Dessler - São Paulo
08/01/2019

Referência: Freepik


Na mitologia grega, Procusto, era um facínora. Usava de uma dinâmica insolente e cruel com viajantes que, infelizmente cruzavam seu caminho. Sua oferta, a princípio, generosa, se revelava perversa e extremamente dramática em pouco tempo de conversa. Isso porque, consistia em oferecer um eleito aos itinerantes, no entanto, era imprescindível que coubessem primorosamente na cama de ferro. Caso menores, Procusto, esticava-os de forma hedionda. Caso fossem maiores os membros eram amputados. Perverso e sombrio, ele sempre vencia matando suas vítimas, não importava a escolha.

Essa figura terrível, personifica a tirania e poder absoluto de muitas pessoas que não toleram opiniões contrarias, tampouco, que alguém possa se sobressai executando atividades contrárias ou equivalente a mesma função.

O conceito ¨Síndrome de Procusto¨ é utilizado para identificar profissionais que não sabem lidar com a competitividade saudável e optam por boicotar o trabalho alheio. No meio corporativo é fundamental avaliar bem esse tipo de comportamento. Quando o controle é a única forma apresentada pelo profissional, a ponto de não conseguir superar sucesso dos colegas e decide partir para o ¨jogo sujo¨, costuma ser discreto, boicotando sem a mínima empatia, respeito e responsabilidade.

COMO RECONHECER

Desde um gestor antigo com pouco jeito ou nenhuma habilidade para se atualizar, até um novato com ares de superioridade infantil podem carregar essa síndrome sem medo de ferir. Dificuldades de acompanhar os avanços tecnológicos, assim como na comunicação e novas ideias desencadeiam inúmeros bloqueios e altos índices competitivos. E o que poderia ser positivos e leal, transformar em perseguição a todos que se destacam.

Sabotar passar a ser o melhor meio para provar que o trabalho dos outros não faz sentido e não tem o menor valor para o crescimento da empresa.

Desejar a supremacia de resultados e demonstrar capacidade e habilidades são atos naturais que contribuem imensamente, no entanto, essa postura ganha ¨status maquiavélicos¨ quando a vontade de ser um profissional exemplar é representada pela ausência de bom senso de respeitar o trabalho do outro, sobretudo, quando essa situação resulta em assédio moral e destruição da carreira alheia.

O QUE FAZER

Especialistas e pesquisadores indicam que a maneira mais eficiente de conduzir essa situação é manter a cordialidade, sem enfrentamentos diretos ou retaliações. Lidar com esse tipo de imaturidade exige resiliência, concentração no próprio trabalho e dribles dignos de craques do futebol, para deixar o possível ¨Procusto¨ tropeçar no próprio ego.

Não altere a voz, a rotina e nem o comportamento em função de colegas de trabalho com este objetivo raso e destrutivo. Mantenha a coerência e registre todas as atribuições e participações em projetos.

Boa Sorte!

Copyright - Empresários de Sucesso - 2019 - Todos os direitos reservados